Festival Sete Sóis Sete Luas – Alfândega da Fé, 29 de Junho : Mor Karbasi

imagesBoa tarde,

Como já devem estar a par, o Festival Internacional Sete Sóis Sete Luas volta a passar pelos nosso vizinhos de Alfândega da Fé. Já no próximo Sábado, a partir das 22h, no Largo de S. Sebastião. Em palco estará a cantora e compositora Mor Karsabi, conhecida pela suas incursões na música ladina, igualmente denominada de sefardita, remetendo para a língua, cultura e música da comunidade judaica ibérica. O seu reportório conta ainda com influências marroquinas e persas, tudo envolvido numa forte herança familiar. Ponto extremamente importante é que a entrada é livre!

Reproduzimos aqui o texto colocado em http://musica.sapo.pt/ que confere uma boa perspectiva do trajecto da cantora:

“Integrado na XXI edição do Festival Internacional “Sete Sóis, Sete Luas” a cantora israelita Mor Karbasi vai atuar, pelas 22 horas, no próximo dia 29 de Junho, no Largo S.Sebastião, em Alfândega da Fé.
Mor Karbasi é uma cantora e compositora nascida em Jerusalém, mas que atualmente vive em Sevilha, depois de ter passado cinco anos em Londres.
Um de seus principais projetos é a música ladina, também conhecida como musica sefardita, que traduz a língua antiga e a música dos judeus exilados na Península Ibérica.
A cantora escreve material original mas também canta canções tradicionais associando num ponto comum os elementos fundamentais da cultura donde é proveniente. A herança de Karbasi mistura influências marroquinoas e persas, e de acordo com seu avô judeu marroquino “o sangue recorda-se”, fazendo uma alusão aos seus antepassados que vieram de Espanha.
Mor Karbasi estreou-se no mundo da música em 2008 com o lançamento de seu primeiro álbum e desde essa altura fez cada vez mais público que se interessou pela sua excelente voz. Nasceu a 23 de abril de 1986, em Jerusalém, de uma mãe judia de ascendência marroquina e de pai judeu que vive em Jerusalém mas com ascendência persa (iraniana).
Mor Karbasi é ainda uma jovem mulher cuja música é influenciada por diversas culturas, mas principalmente pela sua herança cultural judaica.
Um espectáculo a não perder em Alfândega da Fé no dia 29 de Junho, pelas 22 horas. A entrada é livre.”

Para os mais curiosos fica aqui a ligação para umas das músicas que, certamente, fará parte do reportório deste próximo espectáculo:

Anúncios